Início » Guia Flores e Jardim » Plantas Ornamentais » Árvores » Árvores Floríferas »

Espécies de Acácias

O nome Acácia é dado a várias espécies de árvores gênero Acacia pertencentes a família Leguminosae e a subfamília Mimosoideae. Árvore de folha persistente, robusta, de porte erecto e simétrico, de copa densa. Os ramos são geralmente horizontais ou um pouco pendentes. As folhas são eliptícas, lanceoladas ou oblanceoladas, de 6 a 14 cm de comprimento, um pouco coriáceas. De cor verde escura, com 3 a 5 nervuras longitudinais e ápice agudo ou obtuso. Nos exemplares jovens é característico o polimorfismo folear. As inflorescências surgem em ramos axilares mais curtos que os filódios, são capítulos globosos de um amarelo pálido ou creme com 5 a 10 mm de diâmetro.

Acácia amarela (Acacia farneziana; Leguminosae – Mimosoideae) é uma árvore ornamental cujo fruto em forma de vagem se forma entre os meses de julho e dezembro. Ela pode crescer até 2 m e também possui espinhos. Logo é ótima para ser utilizada como cerca viva. É muito conhecida pelas suas lindas flores amarelas, que aparecem entre os meses de junho a agosto.

Acácia negra (Acacia decurrens; Leguminosae – Mimosoideae) é uma árvore ornamental cujo fruto em forma de vagem torcida possui sementes pretas. Ela pode crescer até seis metros e também possui quatro metros de diâmetro na sua copa cujas folhas são pequenas e lineares. É muito conhecida pelos seus lindos cachos amarelo-claros de flores. De sua casca é extraído o tanino, muito utilizado pelos curtumes na industrialização do couro. Conhecido como Tanino de Acacia, é o principal produto para curtimento dos chamados couros vegetais.

Acácia-rubra em Angola e Moçambique, e também conhecida como Flamboyant no Brasil, é uma árvore da família das leguminosas (Fabaceae). É nativa de Madagascar, no continente africano. Se bem que esteja ameaçada de extinção no estado selvagem, é muito utilizada pelo seu valor ornamental. Adaptou-se muito bem em toda a América tropical, sendo muito vulgarizada nas ilhas do Caribe. Apesar de ser muito ornamental devido as suas belíssimas flores, seu uso na arborização urbana fica recomendado apenas a parques e grandes espaços, devido a sua altura (podendo chegar a 10 m) e suas raízes muito superficiais que destroem as calçadas ao seu redor. Suas folhas são recompostas com foliólulos pequenos e caducos (decíduos), a sua copa tem um formato largo (oblongo), seu crescimento é relativamente rápido. Suas flores são majestosas e de cor vermelha-alaranjada ou amarelas, e a época de floração é de outubro a dezembro, o seu fruto é do tipo vagem, conhecido também como legume, e é de tamanho avantajado.

Acacia melanoxylon, é uma espécia de acácia nativa da Austrália oriental, cujo destaque é sua alta estatura, chegando a medir 45 metros de altura.Em Portugal é chamada Acácia da Austrália e tem carácter invasor, propaga-se por sementes. A época de floração é no ínicio da Primavera (Março, Maio) , de cor creme. O fruto é uma vagem em forma de S. Não tem exigências quanto ao tipo de solo, mas prefere solos ácidos. Sofre em situações de seca. Utilizada isolada ou em grupo. Tem um crescimento rápido, mas atinge proporções bem menores, sendo considerada uma árvore de médio porte – altura: 10m a 15m diâmetro: 7m

Acácia mimosa (Acacia podalyraefolia; Leguminosae – Mimosoideae) é uma árvore ornamental australiana cujo fruto em forma de vagem se forma entre os meses de setembro e outubro. Ela pode crescer até 6 m e também possui 4 m de diâmetro na sua copa arredondada cujas folhas prateadas são pequenas e semi-caducas. É muito conhecida pelas suas lindas flores amarelo-canário, que aparecem entre os meses de julho a setembro porque se adapta bem até em pequenos jardins. Embora seja uma planta magnífica, ela possui pouca resistência contra ventos e também é pouco longeva e de difícil transplante.

Acácia-branca (Moringa oleifera, Moringa pterygosperma) é uma planta da família das Moringáceas, mais conhecida simplesmente por Moringa, ainda que seja também vulgarmente designada como árvore-rabanete-de-cavalo, cedro, moringueiro e quiabo-de-quina. Em Cabo Verde é conhecida como akásia-branka; em Timor, como morangue e na Índia como moxingo. É um arbusto ou árvore de pequeno porte, de crescimento rápido, que alcança 12m. de altura. Possui uma copa aberta, em forma de sombrinha e usualmente um único tronco. As folhas e vagems são utilizadas na alimentação humana. As flores que emergem em panículas, são de cor creme, amarelo-pálidas, relativamente grandes e perfumadas, muito procuradas pelas abelhas. A sua polinização é efectuada por pássaros. Cresce principalmente em áreas semi-áridas tropicais e subtropicais. Sendo o seu habitat preferencial o solo seco e arenoso, tolera solos pobres, como em áreas costeiras. Aparentemente, é nativa dos sopés montanhosos meridionais dos Himalaias (Noroeste da Índia). Hoje, o seu cultivo estende-se a África, à América Central e América do Sul, Sri Lanka, Índia, México, Malásia e nas Filipinas.

A Moringa pode ser facilmente propagada por sementes ou por estacas. As sementes podem ser plantadas diretamente no local definitivo ou em sementeiras, sem necessidade de nenhum tratamento prévio. A planta requer poucos tratos e cresce rapidamente até uma altura de 4m. em seu primeiro ano. Em condições favoráveis, uma única planta pode produzir de 50 a 70 kg de frutos/ano.

Considerada como uma das árvores cultivadas mais úteis para o ser humano, pois todas as suas partes podem ser utilizadas para diversos fins. Nos trópicos, a sua folhagem é usada como forragem para animais. As suas sementes, oleosas, são utilizadas para a produção do óleo de Ben (ou Bem), usado em pintura artística, pode ser usado no preparo de alimentos, na fabricação de sabonetes, cosméticos e como combustível para lamparinas. A pasta resultante da extração do óleo das sementes pode ser usada como um condicionador do solo, fertilizante ou ainda na alimentação animal. A madeira é usada na produção de papel e de fibras têxteis. As raízes são consideradas abortivas.

Na Índia, todas as partes da planta são usadas na medicina natural. Na África as folhas são colhidas diariamente para uso em sopas, molhos e saladas. Possuem um alto conteúdo de proteína (27%) e são ricas em vitamina A e C, cálcio, ferro e fósforo. As flores, só devem ser consumidas cozidas, fritas na manteiga ou misturadas a outros alimentos. Os frutos verdes são também muito nutritivos, contendo todos os aminoácidos e são preparados de forma similar às ervilhas verdes, possuindo um sabor próximo ao dos aspargos.

Esponjinha (Acacia cultriformis A. Cunn. ex G. Don; Fabaceae – Mimosaceae) é considerada a mais ornamentas das acácias. Isso porque suas flores (glomérulos) são amarelas e também perfumadas.

Acacia Jurema é a designação comum a várias árvores da família Fabaceae:

  • Jurema-comum (Acacia jurema, Mart)
  • Jurema-branca (Mimosa verrucosa, Hub)
  • Jurema-preta (Mimosa hostilis)
  • Jurema-embira (Mimosa ophthalmocentra)
  • Jurema-angico (Acacia cebil)

O vinho de Jurema, preparado à base de variedades de jurema, principalmente a jurema-preta Mimosa hostilis, a jurema-embira ou vermelha (Mimosa ophthalmocentra) e a Jurema-branca (Mimosa verrucosa), é usado pelos remanescentes índios e caboclos do Brasil. Os efeitos do vinho são muito bem descritos por José de Alencar no romance Iracema. Além de conhecido pelo interior do Brasil, só é utilizado nas cidades em rituais de candomblé por ocasião de passagem de ano, por exemplo. A Jurema sintetiza uma potente substância alucinógena, a dimetiltriptamina ou DMT, responsável pelos efeitos.

Jurema-preta (Mimosa hostilis Benth.) é uma planta amazônica usada pelos índios khraó e pela dinastia xavante para matar seus inimigos. A etnia kariri xocó, típica do Estado de Alagoas, utiliza tradicionalmente as variedades de Jurema como sacramento medicinal, religioso e espiritual. Pertencente à família das fabáceas têm seu nome científico “hostilis” por causar efeitos tóxicos e alucinógenos a quem ingere suas folhas.

Escreva seu Comentário: ou
Nome:
Email:
      *email não será publicado.
 
Li e concordo com o Termo de Uso.


6 Mensagens
Receba mais respostas ! Compartilhe no:

  1. Boa tarde, eu tenho umas sementes de Acácia amarela, gostaria de saber qual é o metodo utilizado para plantar em estufa. Obrigado.

  2. uma foto de acassia negra

  3. quais são as especies de plantas usadas para a arborização em Moçambique

  4. como colher sementes de árvores da espécie acácia amarela “pingo de ouro” e como fazê-las produzir?

  5. comose prepara o curtente tanino de forma natural

  6. desejo adquirir sementes de jurema preta e branca para plantio e não estou conseguindo encontrar.podem me ajudar




O que é o FLoresecesta.com.br? Um site de perguntas, respostas e opiniões, editadas e organizadas por usuários.

O uso deste site implica na aceitação do Termo de Uso. Reportar esta Página | Contato | Inicio